Total de visualizações de página

sábado, 14 de abril de 2012

Perdoar


Aprenda a perdoar e ganhe mais saúde

Muitos estudiosos acreditam que a doença surge porque não perdoamos o outro e nem nos livramos da culpa por nossos erros. Assim, o rancor nos consome...

Publicado em 11/04/2012
Mel Aitak
Conteúdo do site ANAMARIA
Mulher no campo
Devemos esquecer quem nos causou dor e perdoar. Simples assim!
Foto: Getty Images

Se você se permitir, aprenda a perdoar e, assim, elimine todos os problemas que lhe causam dor. O escritor Jean-Yves Leloup, doutor em psicologia, filosofia e teologia, diz em seu livro O corpo e seus símbolos (Editora Vozes, 1998): "o perdão, quando bem compreendido, é um instrumento de cura".
Segundo o autor, devemos esquecer quem nos causou dor. Simples assim. Toda vez que revive um fato dolorido do passado, você se prende mais ainda àquela situação. Segundo Leloup, o perdão é a única condição para vivermos com saúde. Portanto, conheça suas limitações e saiba enxergar no outro suas possíveis imperfeições. Eis o caminho do perdão.
Aprenda uma técnica que vem dos kahunas, antigos moradores do Havaí. Eles a usavam para eliminar conflitos entre as tribos. Mas a técnica ficou conhecida com o terapeuta Hew Len, que curou um pavilhão de criminosos sem conhecê-los. Para isso, usou o Ho’oponopono (meditação havaiana do perdão) quando entendeu que devia repetir certas palavras para eliminar a dor que todos haviam causado às suas vítimas. Antes de julgar, permita-se testar. Depois, perceba o que acontece ao reparar que a dor da qual você foi vítima (ou algoz) vai sendo apagada...


Pratique a técnica havaiana do perdão!

Para praticar o Ho'oponopono (lê-se "opónopóno"), repita as frases abaixo sempre que sentir necessidade. Não é preciso mentalizar a pessoa que você quer perdoar

· Sinto muito

· Eu te amo
· Me perdoe
· Sou grato

*Mel Aitak é mestre em reiki, terapeuta holística e estudiosa dos temas ligados à espiritualidade
 

Mantras


Use mantras para aperfeiçoar a meditação

Entenda o que são os sons sagrados e saiba como usá-los no cotidiano


Conteúdo do site MDEMULHER
Mulher medita
Mantra pode aumentar o poder de concentração
Foto: Getty Images

Mantras são sons sagrados e, assim como a música tranquiliza e dá bem-estar à alma, os mantras sossegam a mente e geram clareza mental. Se a pessoa estiver tensa ou confusa, a repetição deles (seja uma palavra, como o conhecido mantra "Om", ou uma frase) cria espaço para a aquietação, segundo Krishna Das, cantor de mantras e autor de livros sobre o tema.

Com a repetição do mantra, a pessoa consegue entrar em um estado de concentração profunda que resultará em felicidade interior. Não há quantidade pré-estabelecida de repetições. Quanto mais praticar, melhor a pessoa se tornará capaz de lidar com as situações difíceis da vida de uma forma diferente.

Existem mantras para facilitar a concentração e meditação, para energizar, para adormecer ou despertar, para harmonizar os chakras ou desobstruir os canais energéticos.

"Muitas pessoas, ao cantar 'Om Namaha Shivaya' ou 'Radhe Govinda', não imaginam o significado dessas palavras. Mesmo assim, quando cantam, são capazes de sentir uma vibração ou emoção dentro delas", resume a instrutora de yoga e respiração da Fundação Arte de Viver, Adriana Ambrósio.  "Compreender o significado dos mantras não é tão importante quanto vivenciar a emoção que eles criam, uma vez que o som afeta positivamente nosso organismo", completa.

Para sentir os benefícios dos mantras não é necessário entoa-los o dia todo. "Cantá-los é como tomar um banho: você toma um só banho por dia para se sentir limpo o dia todo. Mas se tomar um outro banho a noite, você se sentirá revigorado novamente. Nos momentos em que você escuta ou canta os mantras é  como se tomasse um banho por dentro. Banhar-se com os mantras é necessário. Quando os cantamos, a mente fica clara e revigorada", explica Adriana.

"Quando você for meditar, primeiro cante o 'Om' e depois medite, isso o ajudará a se conectar consigo mesmo", ressalta a instrutora.

Praticar a meditação com mantras pode reduzir a ansiedade, segundo estudos. Mas tudo depende de disciplina e muita concentração. Siga um passo a passo para adotar a prática na sua vida cotidiana:

1. Procure sossego
Um local livre de interrupções é essencial. Vale seu quarto, uma praça, o parquinho do prédio. Para iniciantes, o latido de um cachorro pode tirar o foco da meditação. Com o tempo e a prática, vai ficar mais fácil ignorar esses ruídos.

2. Foque na respiração
Preste atenção no ar que entra e sai do seu corpo. É uma distração para o cérebro. Assim, ele foca no seu organismo, e não nos problemas da vida ou no que acontece ao redor.

3. Liberte os pensamentos
É impossível não pensar em nada - só de pensar nisso você já estará pensando em algo. Mas não se apegue a nenhum pensamento para que o cérebro não comece a trabalhar.

4. Tenha um mantra
Mais um truque para prender a atenção do cérebro. É um som repetido em alguns tipos de meditação. Cada pessoa tem seu mantra, que é definido por um instrutor.

5. Ajeite-se
Fique confortável. Pode ser do jeito que você achar mais cômodo, sentado ou deitado. O importante é evitar dor nas costas ou nas pernas, que poderia afetar a concentração.

6. Repita
Nos primeiros meses de prática, fique na posição por entre 5 e 10 minutos. Quando sentir que já ficou fácil se concentrar, aumente para até 30 minutos por dia. Assim, o cérebro vai se acostumar a focar no seu corpo.

*Com informações da ANAMARIAVIVA! e SUPERINTERESSANTE

Abra a janela e deixe novos ventos entrarem.

Abra a janela e deixe novos ventos entrarem.